Análises Forenses

Um exame de DNA pode ser o único e essencial instrumento para o esclarecimento de um inquérito policial, pois qualquer material deixado no local da investigação, onde os peritos consigam extrair DNA, pode ser a principal prova contra o autor do delito.

 

Em casos de investigação de paternidade quando o suposto pai é falecido, a exumação do corpo é determinada judicialmente e a análise é feita no DNA obtido a partir dos ossos e/ou dentes.

 

A Genomic utiliza tecnologia avançada em genética humana. Além de contar com um dos melhores núcleos de perícia forense do Brasil, comandado pela Dra. Denilce Ritsuko Sumita, bióloga, PhD em Biologia/Genética pela USP, especialista na área forense (clique aqui para acessar o curriculum vitae).

 

O estudo do cromossomo Y pode ser utilizado em casos de estupro, quando há mistura do DNA da vítima e do agressor.

 

A análise do mtDNA, por sua vez, permite identificar materiais muito antigos ou putrefatos. O mtDNA tem um padrão de herança materna, cuja sequência é idêntica para todos os familiares por parte de mãe (herança matrilinear).

 

Confira na lista ao lado os materiais que a Genomic pode analisar.